Este condutor ficou revoltado com o Radar, parou o carro… E destruiu-o à paulada!

Este condutor ficou revoltado com o Radar, parou o carro… E destruiu-o à paulada!

3 Outubro, 2017 0 Por admin3

Como todos sabemos, hoje em dia o controlo de velocidade nas estradas está cada vez mais apertado. As multas começam a pesar nas carteiras dos condutores, e os pontos na carta começam a desaparecer. E alguns condutores já perderam a paciência! Olha se a moda pega!

É verdade que à medida que os automóveis vão ficando cada vez mais seguros e mais potentes, à medida que as estradas vão ficando cada vez melhores, existem muitos condutores que por mera distracção e por terem a sensação de que vão a circular a uma velocidade mais baixa, ultrapassam o limite imposto na via e são apanhados pelos radares. Desde que entrou em vigor o sistema de carta de condução por pontos, isso já resultou em centenas de condutores que se viram obrigados a tirar de novo a habilitação para conduzir, e a pagar pesadas multas.

Podíamos hoje falar em situações nas quais o sistema peca por excesso(claramente para faturar), quando por exemplo circulamos numa via de 80km/h e de repente aparece uma placa de 60km/h com um radar imediatamente atrás dela(como por exemplo à saída da Ponte 25 de Abril, sentido norte). Nesse caso em particular dão-se muitos acidentes no local, precisamente porque os condutores são obrigados a reduzir drasticamente a velocidade e num curto espaço de tempo… e nem sempre quem vem atrás consegue travar…

Existiam inúmeras situações e pontos que gostaríamos de abordar hoje, como a revisão dos limites de velocidade para se adequar ao parque automóvel actual, mas não o iremos fazer, isso ficará para outro artigo.

Hoje trazemos-lhe um vídeo que nos chega do Brasil, no qual um condutor visivelmente transtornado por já ter sido apanhado no radar, parou a viatura à sombra, e se deslocou ao aparelho, partindo-o à paulada!

Pelos vistos, por lá já existem empresas externas a fazer o controlo de velocidade com radares móveis, é isso que podemos constatar pois não são polícias os senhores que estão na viatura à qual o aparelho estava ligado, e perante aquela situação apenas puderam limitar-se a observar, esperar, e tentar anotar a matrícula do indivíduo, o que parece que não conseguiram!

A lista de zonas onde existem radares fixos em Portugal é do conhecimento público e pode vê-la aqui, no entanto é desaconselhável fazer o que este senhor fez… por motivos óbvios! Já imaginou se a moda pega?

Partilhar:

Relacionados: