É este o fedelho que insultou os idosos de Portugal chamando-os de peste grisalha!

É este o fedelho que insultou os idosos de Portugal chamando-os de peste grisalha!

29 Novembro, 2015 4 Por admin

Se estivéssemos num País decente este fedelho já tinha sido corrido do Parlamento…

peste

Peste parlamentar

No mural do Rui Zink, descobri, em boa hora, uma ligação para mais um texto que ilustra as qualidades da classe política. Carlos Peixoto, deputado do PSD, resolveu brindar o povo com a sua opinião sobre o envelhecimento do país.

Usando de uma imagética elegantíssima, produz esta frase lapidar, mesmo ferida pelo uso deficiente da regência: “A nossa pátria foi contaminada com a já conhecida peste grisalha.”

Depois de debitar alguns números sobre o decréscimo da natalidade, mostra-se preocupado, quase revoltado, com a emigração, o que lhe poderá valer um processo disciplinar, uma vez que foi o próprio primeiro-ministro a aconselhar os portugueses a emigrarem.

É então que, poeticamente, passa a repetir, assustadoramente, o adjectivo “assustador”, recitando a ladainha das inevitabilidades, como bom vigário da igreja dos últimos dias do Estado Social, essa mentira inventada por quem não quer assumir a verdadeira origem da dívida pública. Como qualquer membro de uma seita fundamentalista, descobre hereges combustíveis nos funcionários públicos e nos portadores de cabelos brancos.

Peixoto pega na espada das soluções e defende o incremento da natalidade, incentivando os portugueses a procriar, que é a melhor maneira de parir crescimento económico.

Suficientemente ingénuo para merecer o reino dos céus e necessariamente hábil para ter merecido entrar no reino dos seus, o pobre Peixoto, talvez demasiado ansioso por querer povoar o país, esquece-se do efeito contraceptivo do empobrecimento decretado pelo governo que apoia.

Seria bom que algum amigo mais experiente, eventualmente encanecido, aconselhasse o deputado Peixoto a tomar consciência do seu problema. Tal como a ejaculação precoce já tem solução, para a estupidez precoce existe um tratamento preventivo: ficar calado.

Mesmo um homem licenciado em licenciatura tem a possibilidade de aprender.

E temos nós no parlamento cretinos destes….pobre país !!!!!!!!!!!!!!…

Deixo aqui os parabéns à minha Amiga e colega da APRe! Maria Virgínia pelo seu extraordinário e interessante texto, que não posso deixar de o divulgar por todos os meus conhecidos; familiares e amigos.  (via Email e Facebook)

Pergunta-se: é para estarmos a aturar isto, que estamos a pagar o ordenado a esta gente.

António Reis

Peste Grisalha

A propósito do Deputado do PSD que diz que a nossa Pátria sofre de Peste Grisalha nao consegui conter a raiva e a seguir transcrevo o mail que lhe enviei que é para alguém me defender se criarem uma nova prisão de alta segurança ou me mandarem internar num hospício.

Leia Também: Novo Banco faz cobranças à porta

Segundo o seu comentário que transcrevo a seguir gostaria de lhe fazer algumas perguntas: A propósito de demografia escreveu: “A nossa pátria foi contaminada com a já conhecida peste grisalha.” Ora bem:

1º – Deduzo que o Sr. Deputado que nasceu a 13 de Fevereiro de1968 foi por obra e graça do Espírito Santo e como tal deve achar-se um filho de Deus que desceu à Terra.

2º – Portanto cresceu sem pai, sem mãe, sem avós e sem berço.

3º – Apesar de tudo isso nasceu feliz porque hoje não tem ninguém na sua família a quem possa dizer que faz parte da peste grisalha

4º – Também não tem que agradecer a ninguém os estudos que tem. Chegou a advogado também por obra do Espírito Santo!

E agora vamos a conclusões. Pois fique sabendo que eu tenho na minha família e eu própria pertenço à peste grisalha. E fique sabendo também que quando o Sr. Deputado nasceu já eu trabalhava. E assim foi durante 44 anos, não devo nada a ninguém, tenho educação, princípios e moral coisa que lhe falta a si e muito!

A si falta-lhe tudo o que eu tenho, amor, amizade, convicções, solidariedade, determinação. Tive pai, mãe, avós, berço, mesmo que tudo tenha sido modesto. Sabe que se não morrer cedo e espero que não, terá que engolir as palavras que disse ou então pintar o seu cabelo porque a peste também lhe chegará e alguém poderá lembrar-se do que disse. Alguém obviamente mais novo porque o Sr. Deputado poderia ser meu filho hipoteticamente falando.

Felizmente não é porque para seu mal seria diferente ou então não se livrava de um bom par de estalos. Fique bem no meio dos seus e não se esqueça de todas as noites agradecer ao Espírito Santo!

Fonte: Blogdaportugalidade.blogs.sapo.pt

Partilhar:

Relacionados: