Homens que cozinham “podem adoecer com homossexualidade”, avisa a igreja chilena!

Foi publicado no facebook por uma congregação evangélica do Chile o seguinte aviso: os homens que realizam “tarefas de mulher”, como cozinhar ou tratar dos filhos, “correm graves riscos de adoecer com homossexualidade”. A mensagem já foi apagada e substituída por um pedido de desculpa.

Para a Igreja Evangélica Pentecostal do Renascimento, no Chile, a homossexualidade é uma doença. Mais concretamente, uma doença contagiosa.

homens_cozinham

Numa mensagem publicada no Facebook, a congregação usou o termo “doença” para dizer que os homens podem tornar-se gays se tiverem o hábito de realizar “tarefas de mulher”.

“A homossexualidade é uma doença que os homens podem contrair se realizarem práticas que antes eram consideradas responsabilidade exclusiva das mulheres”, dizia o texto, citado pelo jornal Hoy.

A explicação continuava: “Um varão que cozinha, cuida dos filhos ou realizar qualquer outra tarefa própria da mulher corre graves riscos de adoecer com homossexualidade”.

O artigo tinha por intuito convidar os fiéis a participar num seminário intitulado “aprender a lidar com a homossexualidade”.

De acordo com o programa, um dos objectivos do evento era demonstrar como “as atividades próprias da mulher podem adoecer os homens até convertê-los em gays”.

Porém, a mensagem foi tão criticada que levou a congregação a removê-la, substituindo-a por um pedido de desculpa.

Fonte: ptjornal.com

Partilhar:

Já viste o nosso Instagram: @muitofixe.pt

Relacionados:

Comentários: