Policia não estava preparado para o que encontrou no interior da casa desta grávida

Policia não estava preparado para o que encontrou no interior da casa desta grávida

21 Janeiro, 2018 0 Por Admin2

O treino na academia da polícia prepara os futuros profissionais para muitas situações terríveis.

Mas no entanto, ninguém estava preparado para ver o interior da casa desta grávida. Nem um agente com 20 anos de serviço pensou ver algo tão macabro na vida.

O polícia da Carolina do Sul aprendeu da maneira mais difícil, junto com os seus colegas, que existem algumas coisas para a qual nenhuma formação nos consegue preparar. A polícia foi chamada à casa de Savanah Victoria Morgan, uma mãe que estava grávida de oito meses, depois que o filho de 2 anos foi encontrado inconsciente no quarto.

Primeiro, os agentes atravessaram um monte de lixo e fezes para chegar ate a criança, o que em si já era um cenário horrível. Mas esta era apenas uma das muitas descobertas revoltantes. Eles viram que a criança apresentava sinais muito claros de ter sido abusada fisicamente!

O menino teve de ser transportado para o hospital porque as lesões eram muito graves. A criança está a recuperar, mas ainda tem um longo caminho a percorrer para atingir a recuperação total. Para além de ser abusado, o menino estava rodeado de animais mortos e moribundos em casa. De acordo com relatos, “Em sacos e recipientes, bem como livremente pela casa, havia cerca de 90 animais, incluindo gatos, cachorros, roedores, répteis e tarântulas”.

Ao revistar a enorme quantidade de lixo, a polícia descobriu mais duas crianças, com idades entre 1 e 2 anos. Elas foram removidas da casa de Morgan e colocadas sob custódia do Serviços Sociais. Inicialmente, Morgan afirmou que o filho estava inconsciente porque se afogou com brinquedos, mas depois mudou a história e afirmou ter deixado cair a criança acidentalmente.

No entanto, a série de contusões, novas e antigas, sugeriam que ele era espancado frequentemente. Os policiais que lidaram com o caso não podiam acreditar no que acabaram de ver. “Eu nunca vi nada parecido nos meus 20 anos de serviço”, disse o tenente Scott Franklin.

Morgan está presa e aguarda agora julgamento. Felizmente, alguém denunciou a mãe monstruosa, e fez uma grande diferença na vida destas crianças e dos animais que ainda estavam vivos. Os pequenos actos de coragem podem ser grandes mudanças para muitas pessoas.

Se conheces alguém a passar por situações de abuso, denuncia… podes fazer a diferença!

Partilhar:

Relacionados: